Crítica Cinedestak: Die Hard – Nunca é Bom Dia Para Morrer

Die Hard - Nunca é Bom Dia Para MorrerFoi em 1988, que estreou o primeiro Die Hard, filme que viria a ser umas das referencias dos filmes de ação, sendo que mesmo ainda hoje é lembrado e elogiado pelos fãs. O filme teve ainda mais três continuações, mas nenhuma delas tão boa como o primeiro filme. Agora em 2013, chegou a vez do quinto filme, Die Hard – Nunca é Bom Dia Para Morrer, que tenta dar um novo impulso á franquia, mas acaba só por satisfazer os espetadores.

O desafio agora para John McClane, está na descoberta do seu filho Jack que está preso na Rússia. MacClane vai á sua procura numa tentativa de fazer as pazes com ele, mas o encontro não correr como o esperado. Jack está na verdade, numa missão internacional da CIA contra um terrorista que o vai utilizar para cumprir a sua missão ligada a armas nucleares.

Este Die Hard demonstra tentar ser um filme que para além da ação, nos quer dar alguns momentos divertidos e isso até acontece, como numa das cenas iniciais do filme, quando McClane apanha um táxi na Rússia e tenta falar russo com o motorista.

Die-Hard-5-foto-1

Conte neste filme com cenas de muito fogo disparado de armas modernas, fazendo lembrar algumas vezes jogos como Call of Duty: Black Ops. Tem também uma grande cena de perseguição em pleno trânsito na Rússia, com direito a muitas manobras alucinantes e acidentes aparatosos, que até dura bastante tempo.

Claro que a ação deste filme poderia ser bem melhor, se tivéssemos um guião muito melhor, com uma história mais envolvente e mais emocional. Afinal tínhamos pai e filho que não se viam a algum tempo e tinham uma relação que não era muito boa para resolver. Mas o filme resolve essa situação rapidamente, ao invés de a explorar melhor.

Die-Hard-5-foto-2

Outra coisa que era fundamental no filme e que Bruce Willis afirmou também numa entrevista, é o fato de este filme necessitar de um vilão melhor, que criasse um desafio bem maior e ameaçador aos personagens. Mas isto está ligado á falha de argumento do filme, que podia na última parte deste, resultar num objetivo maior por parte dos terroristas.

Ainda assim, o filme consegue divertir todos os espetadores, a não ser que você seja super exigente e vá com grandes espetativas para a sala de cinema. Mas o nosso conselho é que veja este filme pela sua diversão e bons momentos que ele consegue proporcionar.

Classificação final: ★ ★ ★ ★ ★

 

Ficha Técnica

Título original: A Good Day to Die Hard

Produtora: Giant Pictures

Realização: John Moore

Elenco: Bruce Willis, Jai Courtney, Sebastian Koch, Mary Elizabeth Winstead, Yuliya Snigir

Género: Ação

Duração: 97 min.

Classificação: M12

Estreia nacional: 14/02/2013

Notícias Relacionadas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *