Crítica: O Filme Lego

cartaz legoA magia e a diversão da Lego chegaram ao cinema e como não podia deixar de ser, com uma grande dose de imaginação que irá agradar não só aos mais novos, como também aos mais graúdos. Afinal quem é que nunca brincou com Lego?

Mais que um brinquedo bem-sucedido, importa referir que a Lego é parte da cultura POP e que conta hoje com diversos produtos baseados em famosas franquias do cinema, como Star Wars ou Harry Potter. Com esta força e capacidade para fazer sonhar muitos, a aposta da marca de brinquedos dinamarquesa e da Warner Bros. de criar um filme sobre um universo de inúmeras possibilidades foi algo bem pensado.

O Filme Lego que aproveita muito todo o potencial que um brinquedo como a Lego pode proporcionar, dai criatividade que o filme apresenta nos seus cenários (tudo é Lego), com grande dose de diversão, inteligência e um espetáculo de pura alegria, ao mesmo tempo que aborda algumas questões mais sérias.

Na animação conhecemos o protagonista Emmet, um humilde construtor, que leva uma vida normal, seguindo como todos os habitantes da sua cidade os manuais de instruções com as regras para que tudo funcione perfeitamente. Ou seja, tudo é perfeito e repetitivo de mais, desde o trânsito, os cumprimentos dos trabalhadores, passando pela música e um programa de TV que tem sempre a mesma graça todos os dias. Assim vivem todos os bonequinhos, que são governados pelo Presidente Negócios, que não pode suportar a ver nada fora do lugar.

O-Filme-Lego-slideA vida de Emmet muda quando numa situação inesperada encontra algo fora do normal nas ações cotidianas da sua cidade. É logo depois, que ele conhece Megaestilo, que lhe fala de uma profecia onde ele pode ser o escolhido. Começa ai a grande aventura do nosso improvável herói para lutar contra um plano do Presidente Negócios que pode afetar o seu mundo.

Os argumentistas e realizadores desta animação, Phil Lord e Christopher Miller, tem todo o mérito em conseguir levar para o grande ecrã o visual do mundo da Lego, com imensos pormenores, como os movimentos dos bonecos e as suas limitações, o fogo e a água são em peças Lego, entre vários detalhes.

Também é importante referir as presenças de várias figuras conhecidas da nossa cultura, como os super heróis Batman, Super-Homem, temos Gandalf dos Senhor dos Anéis, Han Solo e outros personagens de Star Wars e ainda do mundo do desporto Shaquille O’Neal marca a sua presença. Este é outro exemplo de muitas surpresas que o filme nos reserva e que o tornam ainda mais interessante.

O-Filme-Lego-foto-1O argumento do filme é bom, principalmente comparando com a maioria dos filmes de animação mais recentes, que pegam sempre no mesmo tipo de piadas a que só os mais novos se rendem. Aqui temos um humor mais inteligente e que pega bem não só nos mais novos, como em todas as idades.

Sem dúvida que este filme é uma grande surpresa, até para algumas pessoas mais céticas que pensavam que seria mais um filme mediano e comercial. Longe disso, O Filme Lego é o aproveitar de um mundo cheio de possibilidades, fruto da capacidade imaginativa de todos nós eque chega ao cinema como uma excelente adaptação para o grande ecrã. E que venha logo a continuação!

Classificação final: ★ ★ ★ ★ ★

Notícias Relacionadas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *