Manoel de Oliveira morreu aos 106 anos

Manoel-de-Oliveira-foto-1O realizador Manoel de Oliveira morreu, esta quinta-feira passada aos 106 anos. Esta é uma grande perda para o cinema nacional, mas fica ainda assim um grande legado cinematográfico do realizador, para todos os amantes da sétima arte.

Com um currículo de mais de 40 filmes, Manoel de Oliveira era ele próprio um testemunho da História do último século. Dos realizadores no ativo, Oliveira era o único que tinha assistido à passagem do cinema mudo ao sonoro e do preto e branco à cor.

Entre os seus filmes mais conhecidos, estão Aniki-Bobó, Amor de Perdição; Non, ou a Vã Glória de Mandar; A Divina Comédia, Vale Abraão ou ainda Inquietude.

Oliveira também foi reconhecido internacionalmente, contando vários prémios como a Palma de Ouro de Cannes e o Leão de Ouro de Veneza. Foi também reconhecido em vários festivais internacionais que também premiaram os seus filmes, como em Tóquio ou Munique, passando por Locarno e Berlim.

Dá-nos a Tua Opinião

Aqui tu também tens uma palavra a dizer. Comenta esta notícia em baixo!

Notícias Relacionadas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *